Funcionários irresponsáveis ameaçam a segurança das pequenas empresas

Funcionários irresponsáveis ameaçam a segurança das pequenas empresas
Avalie esse post

Ações irresponsáveis de funcionários podem representar ameaças para a segurança da informação das pequenas empresas.

Pequenas empresas, com até 50 funcionários, quando comparadas com as grandes corporações, não levam tão a sério as violações de segurança cibernética produzidas pelas atividades dos seus funcionários.

De acordo com o relatório da Kaspersky Lab, apenas 36% das pequenas empresas se preocupam com o descuido de suas equipes, enquanto mais da metade das empresas de médio e grande porte considera isso uma questão essencial.

Equipes desinformadas ou descuidadas, as quais usam inapropriadamente os recursos de TI podem colocar organizações de qualquer tamanho em risco. De acordo com a pesquisa, as ações dos funcionários estão entre os três principais desafios de segurança que fazem as empresas se sentirem vulneráveis.

O comportamento negligente e a desinformação dos funcionários contribuíram para isso, de acordo com mais da metade (61%) das empresas que tiveram incidentes de segurança cibernética em 2016.

A nova realidade nos ambientes empresariais de todos os tamanhos, envolvendo dispositivos móveis, precisa acomodar as tendências de BYOD, forçando as gerências a prestar mais atenção à segurança de TI e ao controle centralizado de atividades dos funcionários que sejam potencialmente perigosas.

  • 74% das empresas informaram que a quantidade de smartphones usados no trabalho aumentou nos últimos três anos;
  • 71% confirmaram que o mesmo se aplica aos tablets.

“Nas pequenas empresas, onde não há uma equipe de TI dedicada, muitas vezes outros funcionários precisam implementar a cibersegurança, por exemplo, instalando soluções antimalware com funcionalidades limitadas. Isso representa riscos consideráveis para a empresa, pois o descuido de um funcionário pode facilmente afetar todos os dados da organização, levando a perdas instantâneas de tempo, dados de clientes e dinheiro. As empresas devem implementar soluções criadas especificamente para empresas de pequeno e médio porte, com proteção que qualquer administrador de TI, mesmo com poucas habilidades em TI, consiga manter facilmente a partir de qualquer lugar”, explica Vladimir Zapolyansky, chefe de marketing para pequenas e médias empresas da Kaspersky Lab.

As empresas, de acordo com as suas necessidades, podem se proteger usando diversas soluções específicas, a fim de atender aos requisitos das micro, pequenas e médias, de acordo com suas necessidades.

O portfólio de produtos Kaspersky Endpoint Security for Business e o Kaspersky Small Office Security fornecem proteção em vários níveis contra ameaças conhecidas e emergentes, enquanto o Kaspersky Endpoint Security Cloud, com seu console simples baseado na nuvem, fornece aos empresários e gerentes sênior não relacionados à TI uma ferramenta intuitiva e econômica para garantir a cibersegurança, sem a necessidade de hardware ou suporte de TI adicional.

Quero ser a prova de hackers

Posts relacionados

Novo Kaspersky Small Office Security 4 Kaspersky Small Office Security: o que era bom, ficou melhor! A Kaspersky Lab anunciou recentemente a mais nova versão do Kaspersky Small Office Secu...
7 dicas para evitar ataques phishing pelo Facebook Phishing é um tipo de ataque que visa dados pessoais. Normalmente é um e-mail ou site falso que se parece com o de uma empresa respeitável, mas na ver...
Kaspersky Small Office Security 4 vs Concorrentes O Kaspersky Small Office Security 4, de fato, é uma suíte de segurança muito superior à oferecida pelos concorrentes. Neste tópico, vamos destacar al...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *