A Kaspersky Lab é confiável?

A Kaspersky Lab é confiável?
5 (100%) 3 votes

Confiar ou não confiar em uma empresa de segurança da informação?

Você deve ter lido nos noticiários dos últimos dias que Ruslan Stoyanov, executivo da Kaspersky Lab, chefe de sua unidade de investigação de cibercrimes, foi preso e acusado de traição pelo governo russo. Talvez o episódio tenha suscitado algumas perguntas por parte dos usuários.

Vamos esclarecer alguns pontos:

A Kaspersky Lab não está sendo acusada de nada

Ruslan Stoyanov foi contratado pela Kaspersky Lab em 2012. Antes da sua contratação, havia trabalhado para a unidade de cibercrime do Ministério do Interior russo em Moscou, entre 2000 e 2006. De acordo com comunicado oficial da empresa, Stoyanov já estava sob investigação, antes de ser contratado.

“O caso contra este funcionário não envolve a Kaspersky Lab. O funcionário, que é Chefe da Equipe de Investigação de Incidentes de Computadores, já estava sob investigação, antes da sua contratação pela Kaspersky Lab. Não possuímos detalhes da investigação. O trabalho da Equipe de Investigação de Incidentes de Computadores da Kaspersky Lab não será afetado.

Há muita especulação

O governo russo não fornece detalhes sobre casos de traição, de modo que as agências de notícias criam histórias e teorias, relacionando o caso, inclusive, com a última eleição norte-americana, em que Donald Trump foi o vencedor, contrariando todas as previsões dos “especialistas”.

Eugene Kaspersky nunca trabalhou para a KGB (atual FSB)

A Kaspersky sempre despertou suspeitas nos EUA por causa dos seus supostos laços com o Kremlin, fomentados por artigos como este aqui.

Em março de 2015, em seu blog, Eugene refutou tais especulações:

Eu nunca trabalhei para a KGB.  Os detalhes da minha biografia foram amplamente distribuídos e podem ser facilmente encontrados online. Nela, afirmo claramente  (eu me pergunto se os jornalistas leem), que eu estudei matemática em uma escola patrocinada pelo Ministério da Energia Atômica, o Ministério da Defesa, a Agência Espacial Soviética e a KGB. Depois de me formar, trabalhei para o Ministério da Defesa como engenheiro de software por vários anos. Mas seja o que for … como eles dizem, “nunca deixe que os fatos atrapalhem uma boa história. Certo?”

Há uma reputação a zelar

A Kaspersky Lab é uma empresa global. Qualquer evidência de estar trabalhando em conjunto com o governo do seu país de origem para divulgar informações de usuários, seria fatal para os seus negócios.

No mesmo post de março de 2015, Eugene disse:

É muito difícil para uma empresa com raízes russas  ter sucesso nos EUA, Europa e outros mercados. A priori, ninguém confia em nós. Nossa única estratégia é ser 1000% transparente e honesto. Levou anos para explicar quem somos. Muitas pessoas tentaram encontrar ‘sujeira’ em nós – e falharam. Porque não temos nada a esconder.

Você deve se preocupar em usar o antivírus da Kaspersky Lab, uma vez que é uma empresa russa?

Qualquer um que esteja no mundo  da segurança da informação sabe quem é Eugene Kaspersky e quais são as suas credenciais.  No entanto, como tem nacionalidade russa e alguns órgãos de imprensa insistem em associá-lo à KGB, haverá sempre uma desconfiança.

Sinceramente, é difícil sabermos de algo envolvendo uma relação ou acordo de trabalho de uma determinada empresa com seu próprio governo, então, você, diante das informações que tem ao seu alcance,  terá que decidir se há falta de transparência ou não.

Além disso, quando escolhemos um software de segurança para nos proteger, acabamos fornecendo acesso às informações dos nossos computadores aos  fabricantes. Isto significa que eles podem analisar todos os arquivos armazenados e manter registros deles e, em alguns casos, enviar informações para suas “redes globais de segurança”,  caso opte em contribuir.

Se por alguma razão você não confia em uma empresa que terá um certo nível de intimidade com o seu computador,  você não não deve usar um software assim.

Fonte: MyCyberSecurity

Kaspersky Lab

 

Posts relacionados

Quantidade de malwares para dispositivos móveis triplica Você tem ideia de quantos malwares voltados para dispositivos móveis foram criados no segundo trimestre de 2015 ( de 1 de abril a 31 de junho)? De ...
Falso e-mail da Caixa Econômica Federal Uma das técnicas mais utilizadas por cibercriminosos para extrair dados confidenciais/financeiros de usuários ou instalar malware (software mal-intenc...
Kaspersky é líder em proteção de endpoint de acordo com a Fo... A Kaspersky Lab foi reconhecida, Q4 de 2016, como Líder no Forrester Wave™: Endpoint Security Suites. Segundo o relatório, a solução da Kaspersky L...
Kaspersky investe em segurança nos carros com Internet Ninguém tem dúvidas de que devemos proteger nossos PCs, Smartphones e Tablets contra os malfeitores virtuais. Agora ... nossos carros também? Pois é...
Russos são os maiores desenvolvedores de ransomware Kaspersky revelou que 75% dos principais pacotes crypto-ransomware que pesquisou no ano passado foram desenvolvidos por cibercriminosos russos. A not...
10 conselhos para segurança dos seus dispositivos móveis A Kaspersky Lab elaborou uma lista de nove conselhos que, uma vez seguidos, diminuirão os riscos de de segurança dos seus dados armazenados em dispo...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *