Kaspersky OS: sistema operacional para sistemas embarcados

Kaspersky OS: sistema operacional para sistemas embarcados
5 (100%) 7 votes

Kaspersky OSKaspersky Lab lançou Kaspersky OS, um sistema operacional especialmente projetado para sistemas embarcados.

Em construção há 15 anos, o KasperskyOS – o mais recente sistema operacional desenvolvido especificamente para sistemas embarcados – faz sua estréia comercial hoje.

De acordo com a Kaspersky, o sistema operacional, construído inteiramente a partir do zero e sem “um cheiro de Linux”, fornece a segurança que faltava em outros sistemas operacionais.

Há quinze anos, o Kaspersky OS foi lançado em produtos sob medida, mas só agora está sendo disponibilizado comercialmente para OEMs, integradores de sistemas e desenvolvedores de software.

O sistema operacional foi adaptado para as indústrias de telecomunicações e automotivas, bem como para infraestruturas críticas, e é a resposta para o crescente problema de segurança dos dispositivos IoT, SCADA e sistemas embarcados.

O Kasperky OS Baseia-se em um microkernel projetado internamente, usando princípios estabelecidos desenvolvimento voltado à segurança, como os de kernel de separação, monitor de referência, vários níveis de segurança independentes e a arquitetura FLASK (Flux Advanced Security Kernel).

De acordo com Andrey Doukhvalov, chefe de tecnologias futuras e arquiteto chefe de segurança da Kaspersky Lab.

Esse projeto é muito difícil de implementar no ambiente de um sistema operacional convencional de uso geral. Para resolver isso, optamos por construir nosso próprio sistema operacional que segue as regras universalmente abraçadas de desenvolvimento seguro, mas também introduz muitos recursos exclusivos”.

Eugene Kaspersky, presidente e CEO, disse:

Nós entendemos, desde o início, que projetar nosso próprio sistema operacional seria uma enorme empreitada – um projeto que exigiria vastos recursos por muitos anos antes de poder ser comercializado. Hoje vemos uma clara demanda de segurança reforçada em infraestrutura crítica, telecomunicações e indústria financeira, bem como em dispositivos de IoT industriais e voltados para o consumo”.

De acordo com a empresa, o desenvolvimento de aplicativos para KasperskyOS requer a criação de código “tradicional”, bem como uma política de segurança rigorosa que define todos os tipos de funcionalidade documentada. Somente o que é definido por esta política pode ser executado, incluindo a funcionalidade do próprio sistema operacional. Para desenvolvedores de aplicativos, oferece o benefício de ser capaz de desenvolver uma política de segurança em paralelo com a funcionalidade real.

Andrey Nikishin, diretor de desenvolvimento de tecnologias do futuro, disse que o KasperskyOS não garante 100% de segurança, mas vai entregar os primeiros 99%, bloqueando as tentativas de injetar código malicioso.

Como qualquer operação mal-intencionada não é documentada pela política de segurança, sendo parte integrante de qualquer aplicativo, a sua carga jamais será executada. A KasperskyOS está, portanto, imune às típicas ameaças existentes nos dias de hoje”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *