A maioria dos ataques de malware foi realizada através de anúncios

A maioria dos ataques de malware foi realizada através de anúncios
5 (100%) 2 votes

malware para celular

De acordo com a Kaspersky Lab, em 2016 o tipo mais comum de ataque de trojans para dispositivos móveis vieram por meio de publicidade: foram 16 dos 20 malware mais importantes.

No ano passado, o número de detecções de malware para dispositivos móveis foi quase três vezes maior do que em 2015, com a identificação de 8,5 milhões de instalações maliciosas.

Em apenas um ano, foi lançado um volume equivalente a 50% de todo o malware detectado nos últimos 11 anos (15,77 milhões de 2004-2015).

Dos 20 programa maliciosos mais comuns, 16 se referiam a trojans publicitários.

“Durante todo o ano, os trojans publicitários foram a principal ameaça e não vemos sinais de que essa tendência mudará.” Os criminosos cibernéticos estão aproveitando o fato de que a maioria dos dispositivos não recebe atualizações do SO (ou os recebe tardiamente)”, disse Roman Unuchek, analista sênior de malware da Kaspersky Lab.

O relatório, que pode ser acessado aqui, revelou que cerca de 40 milhões de ataques foram tentados por malware móvel e mais de quatro milhões de usuários de dispositivos baseados em Android foram protegidos. Mais de 153.000 usuários únicos foram alvo de ransomware móvel.

“Os trojans são capazes de aproveitar os direitos de “enraizamento”, permitindo que o malware não apenas exiba agressivamente anúncios no dispositivo infectado, muitas vezes tornando impossível o seu uso, mas também para instalar secretamente outros aplicativos.

Em 2016, mais de 305.000 usuários em 164 países foram atacados por trojans móveis, comparados com os 56.000 usuários de 137 países em 2015.

A Rússia, a Austrália e a Ucrânia são os três principais países afetados em termos de porcentagem de usuários atacados em relação a todos os usuários atingidos por malware móvel.

Por fim, em uma das conclusões do relatório, talvez em 2017 nós assistiremos mais ataques em componentes de IoT advindos de dispositivos móveis.

Posts relacionados

10 conselhos para segurança dos seus dispositivos móveis A Kaspersky Lab elaborou uma lista de nove conselhos que, uma vez seguidos, diminuirão os riscos de de segurança dos seus dados armazenados em dispo...
Como fazer login na conta My Kaspersky Foi-se o tempo em que as pessoas usavam apenas um computador desktop. O número de aparelhos por pessoa aumentou significativamente. Agora, usamos la...
Aplicativos acessam ilegalmente dados pessoais Estudo da Kaspersky Lab indica que 83% das aplicações móveis conseguem acessar aos dados pessoais dos usuários sem autorização. Estudo realizado pe...
Perdeu seu Android? O aplicativo gratuito Kaspersky Phound a... O aplicativo gratuito da Kaspersky Lab, o Phound! - nome derivado das palavras "Phone" e "Hound" (Telefone e Farejador) ajuda a encontrar rapidament...
Totens de carga para telefones USB não são seguros Totens para carregar smartphones pela tomada ou via entrada USB estão amplamente disseminados em aeroportos, cafés, shoppings, ônibus e taxis. Os an...
Carregar smartphone pela USB deve ser feito com cautela Apesar de ser bastante conveniente, usar o cabo USB para carregar o smartphone, adverte a Kaspersky Lab, não é a maneira mais segura. De acordo com...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *