Coronavírus Map é um malware que rouba senhas

Mapa em tempo real do Coronavírus é utilizado para disseminar malware.

Sempre que há um acontecimento de alcance global, os cibercriminosos criam meios para explorar o medo ou a curiosidade das pessoas. Agora, o surto relacionado ao SARS-COV-II (o vírus), que causa a COVID-19 (a doença), está se tornando uma oportunidade para que eles também espalhem malware.

O novo ataque tira proveito do desejo de se buscar informações sobre o novo coronavírus na forma de apresentações cartográficas de propagação do vírus. A vítima é induzida a baixar e executar um aplicativo malicioso que, em seu front-end, mostra um mapa carregando de uma legítima fonte on-line, mas em segundo plano atua para comprometer o computador.

Mapa de dados do Johns Hopkins Coronavirus, disponível em coronavirus.jhu.edu, sendo usado para disseminar malware.

O malware em questão, identificado como AZORult e descoberto em 2016, coleta informações armazenadas em navegadores Web, particularmente cookies, históricos de navegação, IDs de usuário, senhas e até chaves de criptomoedas.

Com os dados extraídos dos navegadores, é possível que os cibercriminosos tenha acesso a números de cartão de crédito, credenciais de login e várias outras informações confidenciais.

O kit digital de infecção custa entre US$ 200 e US$ 700 em fóruns russos de cibercrimes.

Para se proteger contra o AZORult, além das cautelas de praxe, é recomendado o uso de um software de proteção.

Veja o mapa do Coronavírus em tempo real, aqui.

Compartilhar este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts Relacionados

Rolar para cima
Posso te ajudar?
AllEscort