Proteção de dados nas pequenas empresas

Proteção de dados pequenas empresas

Proteção de dados é uma exigência legal para as pequenas empresas.

Todos sabemos que o dia a dia de uma pequena empresa não é fácil. São inúmeros problemas que têm de ser enfrentados com uma boa dose de criatividade. As dificuldades vão desde a obtenção de uma linha de financiamento até o atendimento dos pedidos.

Além das dificuldades comuns a todas as pequenas empresas, há os problemas relacionados à proteção dos dados dos clientes e dos funcionários. Agora, mais do que nunca, a proteção de dados pessoais é uma exigência legal.

Uma pesquisa realizada recentemente pela Kaspersky revelou que as pequenas empresas estão cientes da importância da proteção de dados:

  • 62% dizem que é uma preocupação;
  • 27% aponta como a questão mais importante em seus negócios;
  • 49% estão preocupadas com vazamentos online.

Quem trabalha com dados, sabe que não é fácil tratar dados pessoais com segurança. Com a Lei Geral de Proteção de Dados, a conformidade e melhores práticas de proteção de dados agora é um desafio para todas as organizações, grandes ou pequenas, mas pode ser especialmente difícil para empresas com poucos funcionários e escritórios menores.

Sofrer uma violação de dados pode representar uma punição. As multas impostas pela violação podem causar impactos irreversíveis. Desse modo, considere a contratação de um serviço de consultoria ou de gerenciamento da segurança da informação e dos dados pessoais. Há empresas com serviços formatados de acordo com a realidade das pequenas empresas.

O custo e a falta de conhecimento em relação a como gerir um sistema de proteção de dados pessoais são os principais componentes.

Aumento do número de violações de dados pessoais

Violações de dados se tornarão cada vez mais frequentes. Pior ainda para as pequenas empresas: os dados apontam que as violações que estão enfrentando está crescendo mais rapidamente, quando comparadas às empresas maiores.

A Pesquisa Global de Riscos de Segurança de TI da Kaspersky (ITSRS) é uma pesquisa global dos colaboradores de TI. No total, 4.958 entrevistas foram realizadas em 23 países, incluindo 1.138 VSB (1-49 funcionários); 2.294 SMB (50 – 999 funcionários); 1.526 empresas (mais de 1.000 funcionários).

  • A quantidade de pequenas empresas que sofreu uma violação de dados este ano cresceu seis pontos percentuais (de 30% para 36%);
  • O número de PMEs que informaram ter sofrido com vazamentos este ano aumentou apenas de 46% para 48% ano a ano;

O aumento das violações de dados não mostra sinais de redução. Por isso, é importante que as pequenas empresas entendam os motivos pelos quais podem estar vulneráveis ​​a um ataque.

Das empresas que sofreram uma violação de dados, 28% delas admitiram não ter soluções de segurança adequadas. O mesmo número de empresas admitiu não ter internamente um corpo de TI com conhecimento ou experiência conhecimento e experiência.

Além disso, 22% delas não possuem qualquer política para regular ou restringir o acesso a infraestruturas internas por terceiros.

Das que utilizam alguma solução de segurança, 25% admitem usar apenas versões domésticas de software de segurança. Além de não estarem em conformidade legal, pois o uso de algumas versões domésticas – como as gratuitas – não poderem ser usadas comercialmente, o nível de segurança que oferecem não é tão abrangente.

Planejar a proteção de dados pessoais

Para prevenir uma violação de dados é preciso fazer um planejamento adequado, garantindo que as soluções de segurança corretas sejam adotadas em toda a empresa. Pouco importa o tamanho do seu negócio. E se você ainda não começou a fazer a coisa certa, não se preocupe, pois não está só.

  • 51% das pequenas empresas admitem que ainda precisam melhorar suas estratégias de resposta para violações de dados e incidentes de segurança da informação.

Para manter a segurança de dados pessoais dos clientes, siga os seguintes conselhos

  • Todos os empregados devem ser orientados sobre as regras básicas de cibersegurança. Simples orientações como (i) não abrir e salvar arquivos de e-mails; (ii) evitar acessar sites suspeitos que podem ter carga de malware; (iii) não usar senhas simples (para garantir que as senhas sejam fortes, a equipe não deve utilizar nomes, datas de nascimento, endereços ou outras informações pessoais);
  • Determine uma política de segurança na qual arquivos com dados pessoais sensíveis só possam ser salvos na nuvem em serviços confiáveis, que exijam autenticação para acesso e que esse ambiente não seja compartilhado com outras pessoas externas e não autorizadas;
  • Só permita o uso de programas confiáveis, baixados de fontes oficiais;
  • Realize backups de informações importantes e regularmente atualize os equipamentos e softwares, evitando que vulnerabilidades abram brechas para violações;

Conheça o Kaspersky Small Office Security e o Kasperky Endpoint Security Cloud, duas soluções formatadas para pequenas empresas que ajudarão a sua empresa na jornada rumo à proteção de dados pessoais.

Compartilhar este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts Relacionados

Rolar para cima
Posso te ajudar?
AllEscort