Russos são os maiores desenvolvedores de ransomware

Russos são os maiores desenvolvedores de ransomware
5 (100%) 1 vote

hacker russoKaspersky revelou que 75% dos principais pacotes crypto-ransomware que pesquisou no ano passado foram desenvolvidos por cibercriminosos russos.

A notícia foi revelada por Anton Ivanov, analista de malware da Kaspersky, na conferência RSA Security em San Francisco, Califórnia, na segunda-feira.

De acordo com Jeffrey Esposito da Kaspersky, que fez a cobertura da apresentação do especialista Ivanov:

Das 62 famílias de crypto ransomware descobertas pelos pesquisadores da Kaspersky no ano passado, 47 delas foram desenvolvidas por cibercriminosos russos. As medições da Kaspersky Lab indicaram que o ransomware da família cryptor atacaram mais de 1,4 milhão de pessoas em todo o mundo em 2016.”

A relativa facilidade com que se pode comprar um ransomware no mercado clandestino e a rapidez em monetizar com os ataques usando bitcoin são algumas das razões que explicam a explosão de ransomware nos últimos anos.

Em outras palavras, este é um ecossistema aperfeiçoado, fácil de usar e em constante desenvolvimento.

É difícil tirar conclusões sobre por que tantas das famílias de ransomware  têm origem russa, mas é seguro dizer que isso se deve ao fato de que há um monte de desenvolvedores de código bem-educados e qualificados na Rússia e seus vizinhos Países.

Fonte: The Inquirer

Posts relacionados

Artilharia contra ataques ransomware A adoção de alguns recursos dos produtos da Kaspersky Lab, como o System Watcher, Controle de Aplicações e o Anti-Cryptor, ajuda a combater ataques ...
Golpe utiliza atualização do Windows 10 O truque é velho, mas funciona. Os cibercriminosos sabem disso. Recentemente a Kaspersky Lab descobriu uma campanha brasileira de spam que utiliza a ...
Quantidade de malwares para dispositivos móveis triplica Você tem ideia de quantos malwares voltados para dispositivos móveis foram criados no segundo trimestre de 2015 ( de 1 de abril a 31 de junho)? De ...
Ataques DDoS fazem bancos perder em média US$ 1,8 milhão Alvos da ação dos cibercriminosos, os bancos perdem, em média, US$ 1.754.000 com incidentes envolvendo serviços de Internet Banking. Esse dado foi le...
Anti-Cryptor: anti-ransomware para Windows Server A tecnologia Anti-Cryptor da Kaspesky Lab combate ransomware em Servidores Windows. Em março de 2016, a Kaspersky Lab lançou uma nova versão do Kaspe...
Ciberataque foi causado por ransomware NotPetya Até ao momento, de acordo com a Kaspersky, foram afectados dois mil utilizadores em cerca de uma dezena de países. O "modus operandi" é o mesmo do Wan...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *