7 comportamentos perigosos que devem ser evitados

Dicas de segurança online

Dicas de segurança online

Estar sempre alerta, evitando alguns comportantes nocivos para a segurança, deveria ser encarado como  um dever por todos os usuários.

Nos primórdios da Internet, o comportamento dos usuários no que diz respeito à segurança não era uma preocupação. Não havia conexões Wi-Fi, mídias sociais, tablets e smartphones. Hoje, com conexão de fácil acesso é possível fazer uma série de atividades pela Internet, como comprar, vender, fazer transações bancárias, trabalhar, socializar online, no entanto, é preciso ter muito cuidado: o ciberespaço está repleto de criminosos.

Tem coisas que são até chatas de serem ditas e ouvidas, tamanha a sua obviedade. No entanto, nunca é demais alertar sobre os perigos da rede, já que nossas informações pessoais circulam por ela.

Somos suscetíveis, diariamente, a alguns comportamentos perigosos que devem ser interrompidos imediatamente:

1.Confiar mais do que o devido nas redes Wi-Fi abertas

Se confiarmos em demasia nas redes Wi-Fi, não desconfiaremos da legitimidade delas. Se alguém mal-intencionado, por exemplo, criar um ponto de acesso Wi-Fi e dar a ele um nome plausível, como “Wi-Fi Aeroporto” ou “Hotel – Hóspede”, é capaz que você caia no truque.

Mesmo que você tenha assegurado que uma rede Wi-Fi seja legítima, não significa que você esteja totalmente seguro. Portanto, evite acessar sites que exigem a inserção do login e da senha. Evite acessar o Internet Banking ou sites de compras. Se fazê-lo, no mínimo utilize uma VPN.

2. Escolher senhas simples

Sobrenomes, nomes de familiares, nomes de animais de estimação, aniversários e coisas do gênero são as piores senhas possíveis. Em vez disso, faça escolhas mais difíceis. Use o Kaspersky Secure Passord Checker como ferramenta para verificar se a senha escolhida é segura.

Uma senha forte não precisa ser algo como ilegível como Ku!G$4(n?)-#2, ou seja, algo que você nunca lembrará. Experimente ou crie uma técnica de criação de senhas fortes e fáceis de memorizar.

3. Reutilizar as senhas

Finalmente, você criou uma senha incrivelmente forte e prática. Fácil de lembrar e difícil de descobrir. Nem pense em utilizá-la novamente. Esqueça essa ideia. Mesmo que as chances de ser descoberta diminua, a chance de suas informações serem violadas por causa de uma base de dados comprometida,  existe, portanto, não use a mesma senha para todos seus cadastros.

4. Clicar em links recebidos por e-mail

Clicar em um link de spam ou phishing pode levá-lo automaticamente para um site que baixará um malware para seu computador ou para um site que pode até parecer familiar, mas tem como objetivo furtar sua senha.

Não caia nos truques que oferecem ganho fáceis. Posts em redes sociais com mensagens como “curta e compartilhe para ganhar um smartphone!”,  na melhor das hipóteses, você não ganhará nada, mas é possível que esteja ajudando alguém a validar alguma prática.

5. Fornecer informações de login a qualquer um

Não quer que alguém mal-intencionado obtenha suas informações? Então não compartilhe com ninguém, mesmo que essa pessoa não seja mal-intencionada.

6. Avisar a Internet inteira que você estará viajando

Prática comum entre os usuários das redes sociais é a de anunciar que está viajando: “Curtindo uma praia. Férias. Trabalho agora só no mês que vem”; “Indo para Paris com meu amor!”; “Morrendo de saudades da minha cachorrinha Lulita! Semana que vem estou de volta!”

Para que divulgar a geolocalização mostrando o local onde foram tiradas? Se quiser compartilhar tal informação, mantenha-a restrita aos amigos confiáveis – especialmente, em mídias como o Facebook que exibem sua cidade de residência.

7. Aceitar as configurações de privacidade padrão de redes sociais

As mídias sociais fornecem controles sobre as informações que você compartilhará, se serão públicas, privadas ou restrita a um  número de pessoas. Antes de se registrar com uma nova conta em uma rede social, dê uma olhada nas configurações de privacidade. Se já é usuário de algum serviço, quando terminar de ler este artigo, verifique quais informações e com quem está compartilhando.

Seja cauteloso e considere a possibilidade de alguém utilizar suas informações públicas para se passar por você ou prejudicá-lo de alguma forma.

Apesar desses conselhos serem bastante repetitivos, são importantes de serem lembrados, uma vez que o uso da Internet se tornou tão trivial, nos passando uma falsa sensação de segurança. Os serviços online de provedores de Wi-Fi, bancos e redes sociais buscam fazer com que o usuário se sinta confortável, mas para os cibercriminosos, essa inércia é uma oportunidade de fazer dinheiro.

Então, sempre alerta!

Compartilhar este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts Relacionados

Rolar para cima
Posso te ajudar?
AllEscort