Como configurar a VPN no roteador

Como configurar uma VPN no roteador doméstico

|

Aproveite os benefícios das VPNs em sua casa

As VPNs estão se tornando cada vez mais populares devido aos benefícios que oferecem, como maior privacidade e acesso a conteúdos exclusivos. Para aproveitar esses benefícios em todos os dispositivos da sua casa, incluindo computadores, smartphones, consoles de jogos e smart TVs, a melhor opção é configurar uma VPN diretamente no seu roteador.

Requisitos de VPN

Antes de configurar a VPN no roteador, verifique se há compatibilidade entre a solução escolhida e o seu roteador. Muitas VPNs gratuitas não oferecem suporte para proteção de rede no nível do roteador. Além disso, certifique-se de que a sua VPN não seja apenas um complemento de navegador ou aplicativo móvel, pois isso impedirá que ela seja executada no roteador. Consulte o manual da sua VPN ou entre em contato com o suporte técnico para confirmar a compatibilidade.

Verifique também os detalhes específicos de suporte técnico, como o protocolo VPN a ser usado e a disponibilidade dos servidores VPN necessários para a sua rede. Consulte o site de suporte técnico do seu roteador para obter mais informações.

Requisitos de roteador

Certifique-se de que o seu roteador suporte o redirecionamento de todo o tráfego doméstico pela VPN. Na maioria dos casos, mesmo modelos de roteadores baratos possuem essa funcionalidade. No entanto, em alguns casos, roteadores fornecidos pelos provedores de serviços de Internet podem não ser compatíveis com VPN ou já possuírem uma configuração padrão de VPN que não oferece os benefícios desejados. Verifique as configurações do seu roteador acessando o painel de controle da Web, consultando a documentação fornecida pelo fabricante ou entrando em contato com o suporte técnico.

Caso o seu ISP não seja compatível com VPN, considere mudar para um provedor que ofereça suporte. Se o problema estiver no próprio roteador, verifique se há um firmware alternativo disponível. O DD-WRT e o OpenWRT são dois firmwares conhecidos que podem fornecer a funcionalidade necessária, mas lembre-se de que substituir o firmware do roteador pode ser um processo complexo.

Após verificar a compatibilidade do roteador, verifique os protocolos VPN suportados. O OpenVPN é amplamente compatível, mas pode afetar o desempenho do roteador. O WireGuard é mais rápido e seguro, mas requer uma configuração inicial mais complexa e nem todos os roteadores o suportam. Existem também os protocolos L2TP/IPsec e PPTP, que são compatíveis com a maioria dos roteadores, mas não são recomendados devido a problemas de segurança.

Como ativar a VPN no roteador

As etapas específicas para ativar a VPN no roteador variam de provedor para provedor e de roteador para roteador. No entanto, geralmente envolvem o download do perfil de VPN correto do site do provedor. Acesse a sua conta pessoal no site e procure a seção onde é possível adicionar um roteador ou gerar o perfil de conexão desejado.

Após adicionar o perfil, faça algumas perguntas sobre o nome do perfil, o servidor escolhido e outras informações técnicas. Dependendo do provedor, você pode precisar baixar um arquivo .ovpn para o OpenVPN ou um arquivo .conf para o WireGuard. Para os protocolos L2TP e PPTP, será necessário fornecer informações como o endereço do servidor, nome de usuário, senha e chave de criptografia.

Por exemplo, para o Kaspersky VPN Secure Connection, é possível criar um perfil de roteador no site My Kaspersky na seção Conexão Segura em três etapas simples

Depois de obter todas as informações necessárias, acesse o painel de controle do seu roteador. Isso pode ser feito digitando o endereço IP do roteador em um navegador e inserindo as credenciais de login. Dentro do painel de controle, procure pelas configurações relacionadas à VPN.

Em geral, você encontrará uma opção para importar o arquivo de perfil baixado anteriormente. Selecione o arquivo correto e carregue-o no roteador. Em seguida, você precisará salvar as configurações e reiniciar o roteador para que as alterações entrem em vigor.

Após reiniciar, a VPN estará ativa no seu roteador e protegerá toda a rede doméstica. Agora, todos os dispositivos conectados ao roteador estarão usando a VPN automaticamente, sem a necessidade de configurar a VPN individualmente em cada dispositivo.

Conclusão

Configurar uma VPN no roteador é uma maneira conveniente de proteger toda a rede doméstica e aproveitar os benefícios da VPN em todos os dispositivos. Verifique a compatibilidade entre a sua VPN e o roteador, garantindo que o roteador suporte o redirecionamento de tráfego pela VPN. Siga as instruções fornecidas pelo provedor da VPN para baixar o perfil correto e importá-lo para o roteador. Após reiniciar o roteador, a VPN estará ativa e protegerá todos os dispositivos conectados à rede. Aproveite os benefícios da VPN em todos os seus dispositivos de forma simples e eficiente.

Últimas postagens

Gerenciamento centralizado kaspersky small office security
Gerenciamento Centralizado do Kaspersky Small Office Security

Em geral, pequenas empresas podem não dispor de recursos específicos de TI. Nesse contexto, o Kasper…

Kaspersky data leak checker
Data Leak Checker da Kaspersky Monitora Vazamentos de Dados

O recurso Data Leak Checker da Kaspersky é uma funcionalidade projetada para proteger a privacidade …

Kaspersky Privacy Cleaner
Privacy Cleaner da Kaspersky Protege Suas Pegadas Online

O recurso Privacy Cleaner da Kaspersky é uma ferramenta desenvolvida para aumentar a segurança e a p…