Malware bancário avança em 2016

malware bancário

malware bancário

Em 2016, a Kaspersky identificou oito novas famílias de malware bancário.

De acordo o relatório anual Kaspersky Security Bulletin Review, 2016 foi o ano das ameaças relacionadas ao ganho financeiro, furto de informações interrupção de serviços. Os ataques envolveram negociação clandestina de dezenas de milhares de credenciais de servidores comprometidos, “sequestros” de sistemas de caixas eletrônicos, ransomware e malware bancário para dispositivos móveis, bem como ataques direcionados envolvendo ciberespionagem, acesso ilegal e vazamento de dados sigilosos.

Durante o ano, foram identificadas oito novas famílias de malware em pontos de venda e caixas eletrônicos, o que representa um crescimento de 20% em relação a 2015. O Brasil foi o segundo país mais afetado, atrás apenas da Rússia. A Turquia vem na sequência.

Outra estatística apresentada pela empresa diz que 36% dos ataques a bancos online visam dispositivos com sistema operacional Android. Em 2015, esse índice foi de apenas 8%.

Como podemos ver, o Brasil é um campo fértil para a ação de criminosos que desenvolvem malware bancário.

Compartilhar este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts Relacionados

Rolar para cima
Posso te ajudar?
AllEscort