Pequenas e médias empresas são alvo de ciberespionagem

Não são somente os órgãos governamentais e as empresas de grande porte os principais alvos de espionagem cibernética. Pequenas e médias empresas de setores como educação, agricultura, nanotecnologia e meios de comunicação social estão, também, na lista dos cibercriminosos.

De acordo com o relatório da equipe GREAT (Global Research and Analysis Team) da Kaspesky, que descobriu quatro campanhas de espionagem cibernética — CozyDuke, Naikon, Hellsing e Duqu 2.0 — no segundo trimestre de 2015, na lista de vítimas, além das agências governamentais, estão empresas comerciais e outros alvos de alto valor.

“O segundo trimestre também demonstrou interesse dos criminosos cibernéticos em pequenas e médias empresas — este tipo de empresas foi alvo de campanha de espionagem cibernética Grabit.”

Além disso, de acordo com o relatório 291,800 novos programas malware para dispositivos móvel surgiram em abril-junho, número 2.8 vezes maior do que o primeiro trimestre de 2015.

Cerca de 51 por cento dos ataques via Web bloqueadas por produtos da Kaspersky Lab foram realizados a partir de recursos maliciosos localizados na Rússia, seguida por os EUA, Holanda, Alemanha, França, Ilhas Virgens, UcrâniaSingapura, UK e China.

“Aplicativos bancários mantiveram-se como o principal alvo de ameaças móveis Na Web, havia 5.900.000 notificações sobre infecções por malware tentando roubar o dinheiro através de acesso on-line de contas bancárias.”

Malware financeiro: ditribuição pelo tipo
Malware financeiro: ditribuição pelo tipo

O relatório IT threat evolution in Q2 2015 completo está disponível, aqui.

Sua empresa está protegida contra ciberespionagem? Encontre a melhor solução, aqui.

 

Compartilhar este artigo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Posts Relacionados

Rolar para cima
Posso te ajudar?
AllEscort